Total de visualizações de página

14 setembro 2014

Plim plim

Desliga a televisão por um dia
Para bater um papo com o João
ou para dar um beijo na Maria

Desliga a televisão por um dia
e te liga no que diz a rima
Porque mesmo que a TV seja colorida
mais valem as cores da vida.





Estes versinhos quase inocentes
eu os escrevi há 20 anos atrás,
e agora foram relembrados nas redes sociais por uma professora querida.


31 agosto 2014

A política chata

Os militantes e profissionais da política são, em geral, chatos. Muito chatos.
Falam para seus iguais.
Uns repetem insistentemente o discurso dos outros.
Negam o contraditório, se recusam a dar sequer valor à opinião alheia.
Quem é diferente deve ser bloqueado, excluído, eliminado do mundo (ao menos do mundo que cabe na cabeça deles).
São intolerantes, fechados em si e em seus interesses (mesquinhos).
A realidade passa longe de seus comentários.
Analisam a partir de idealizações.
Mas a maior (e mais perigosa) das chatices, é a incapacidade de duvidar das próprias certezas.
Nem de longe lhes passa pela cabeça a possibilidade de estar errados...


24 agosto 2014

Oxalá chegar

"Todos vestem cores
pra saudar seus orixás
Só eu fico dentro do meu branco
pra enxergar
Oxalá chegar
Oxalá chegar"

Arnaldo Antunes

15 agosto 2014

E onde é que fica a realidade?

A morte trágica de Eduardo Campos tem trazido à tona um sem número de especulações e maluquices.
A última que li é de uma suposta conspiração, liderada por Marina Silva e (claro) organizada pela CIA, que teria derrubado o avião em que estava o presidenciável.
Os "argumentos" apresentados seriam a ligação de Marina com ongs internacionais, ligadas à realezas europeias e o fato de ela não ter embarcado no mesmo voo.
Só faltaram aí na lista os Iluminattis, extraterrestres e a assinatura de um lunático: Por que não Olavo de Carvalho?
Seria até engraçado, não fosse o fato de que as pessoas agem a partir de avaliações deste tipo. Se movem assim, trabalham, votam, interagem, julgam os outros.
E o mundo real, os fatos, que se encaixem nestas fantasias todas...

09 agosto 2014

Pai, pais, país

Leio todas estas coisas sobre o dia dos pais.
E me pergunto que "pai" é este que aparece nas felicitações.
Pai idealizado. Pai comercial.
O pai é uma de nossas grandes questões como país.
Estamos sempre à procura de um pai.
Mas de que pai estamos falando?
O pai que sequer registra o filho?
Do pai que abandona? Do pai que bebe? Que bate? Que paga a pensão e vai ver o filho uma vez por semana?
O pai adolescente, que nem sequer é nomeado como pai?
Que figura é esta, que nos foge?
Por que precisamos tanto dos pais da nação? Dos Lulas e Getúlios?
Segundo os números que gostam de ser criados e recriados,
algo como 4% dos pais dividem as tarefas domésticas em casa. Só isto? Só 4%? Só dividir?
Por que tantos "heróis" pais nas redes virtuais?
O pai que assume a criação dos filhos é uma invenção recente,
mas parece que a propaganda sobre ele generaliza sua atuação na sociedade. Entretanto ele segue exceção.




05 agosto 2014

A lei ilegal

Dois manifestantes de São Paulo foram presos por porte de material explosivo.
Há 45 dias estão na prisão. Um deles é professor.
Várias testemunhas depuseram, dizendo que eles são inocentes e que no momento da prisão não estavam cometendo nenhum tipo de ato ilegal.
Agora o laudo da própria polícia apontou que o material NÃO era explosivo.
Eles continuam presos.
Já a polícia do Rio incriminou o filósofo anarquista Bakunin (que morreu em 1876).
Enquanto isto, nas ruas, a população segue insegura.
Definitivamente, não precisamos deste tipo de polícia.
Nem dos juízes que colaboram com este tipo de coisa.

21 julho 2014

É

     Querem nos fazer crer que democracia é apenas apertar botãozinho a cada dois anos, e escolher entre seis e meia dúzia.
     Por isto, todos estes que dividem o poder estão juntos na campanha contra novas manifestações.
Também por isto as prisões.
     Há um ano atrás eles borraram as calças, agora semeiam o medo para que a gente não volte a mostrar a cara.
     Quem gosta de ser enganado, que acredite.
     Eu é que não fico "com a bunda exposta na janela pra passar a mão nela".